Sonar da Gávea – A Voz do Associado do CRF – Sobre a reunião extraordinária de HOJE

                                                                                   
   Hoje será um dia sui generis para o CODE e para a “Retidão” dos associados com as coisas do CRF.Estaremos hoje decidindo se continuaremos com a prática de homologar os “enlatados” que, “ALGUNS” gestores do CRF colocam para o plenário decidir, com a corda no pescoço, sobre suas meias decisões, tomadas nos escaninhos do poder, ou se vale a pena exigir que TODOS os gestores sejam honestos e sinceros, quando trazem estas meias verdades para o CODE homologar.Isto porque, já há a  informação de que tudo que está sendo trazido para ser homologado já vem revestido de um aditamento a ser oferecido por uma “side letter”, que já foi até ajustada entre as partes interessadas.Que bom seria se todos colocássemos nossos conhecimentos a serviço do CRF é não de alguns interesses pessoais de sede e ambição de poder.Já passou da hora de se dar um basta nesta tática de se homologar sem apurar as consequências danosas aos cofres do CRF, como foram os casos de: a) desta mesma pendenga que ora propõem, do caso Renato Augusto, do caso Ibson, do caso da Improbidade Administrativas que foi relatado, deliberado e está engavetado até hoje, e outros mais.Há que se restabelecer nas coisas do CRF, aquele “Princípio da Moralidade”, de que vale a pena ser honesto e sincero. Precisamos dar um fim, também no CRF, da existência da “República da Jararaca”, onde, quando se descobre o ilícito, ninguém sabe quem é você dono do triplex e/ou do sítio.Há que se sobrestar esta convocação de conteúdo nebuloso, até que se esclareçam todos os senões.E, qdo todos os senões forem esclarecidos, se o CRF tiver que assumir, por força do judiciário, o ônus das mazelas gerenciais, que o faça em conjunto com o banimento do seu quadro, de TODOS, MAS TODOS MESMO, que prevaricaram em relação a este ato de ” SAQUE AOS COFRES DO CRF”.ISTO É O MÍNIMO QUE SE EXIGE DE GESTORES QUE QUERIAM SER HONESTO E SINCERO COM OS ASSOCIADOS QUE LHES ENTREGARAM A FESTA DAS COUSAS DO CRF.O CRF espera que cada um cumpra com o seu dever.É vamos ao plenário com a mão na nossa consciência rubronegra.
Abaixo a “República da Jararaca”.
Não se trata de ter ou não aprovação, mas sim de permitir que saibamos na íntegra as cláusulas definitivas e as salvaguardas futuras destes recebíveis, para que não se permita haver antecipações contratuais que iriam contemplar as gestões que hão de vir.
Ou seja, que o filé não seja comido agora é os mocotós,  fiquem com as gestões futuras.
Portanto, se formos usar os recebíveis agora para pagar mazelas pretéritas, em prol do bem do CRF, e o CRF fará isto, urge façamos isto, em nome da probidade administrativa, condicionada a que, aqueles que causaram os deslizes em pauta, ou indenizem o CRF, ou sejam banidos dos quadros do CRF.
Não pode é deixar passar ileso.
 O Gestor é serviçal, se ele não atua como prometido para o cargo eletivo, ele é cúmplice do ato ilícito, do deslize.
Jorge Braga – Conselheiro – Emérito
Vamos esclarecer o que motivou essa reunião extraordinaria urgentíssima….
1 – O CRF, por mazelas de alguns notáveis gestores, que passaram ileso por várias gestões, acumulou uma dívida de 96.000.000,00 (noventa e seis milhões de reais) com o consórcio por conta da má gestão na compra do Edmundo.
2- Foi acordado com o consórcio para pagamento da dívida em sessenta e um milhões. Nada apuraram e nem salvaguardaram o Direito de regresso contra os que causaram estes danos.
3 – Já existem penhorados do CRF 42 milhões de receitas já obtidas.
4 – Ainda restam a pagar dezenove milhões para se levantar a penhora feita contra os cofres do CRF.
5 – A Globo vai antecipar ao CRF, por conta deste contrato 70.000.000,00 (setenta milhões de reais).
6 – O CRF usará dez milhões para pagar ao consórcio e já negociou para pagar os nove milhões restantes em doze prestações mensais a fim de levantar a penhora.
7 – Os sessenta milhões restantes (70-10), serão usados para:
a) Pagar dezessete milhões ao Ronaldinho;
b) Acoes e dividas judiciais (Trabalhista e INSS) num total de vinte e um milhões;
c) que juntos somam um total de trinta e oito milhões.
d) sobram para o CRF 22.000.000,00 (vinte e dois milhões) em caixa para os gestores gastarem de forma como sempre fizeram conforme disposto neste vetusto estatuto.
OBS: Consta que o Grêmio conseguiu descolar  CR$ 100.000.00,00
 
Fabio Vinelli – Sócio Proprietário
Sonar da Gávea a Voz do Associado do CRF.
Envie seu texto para Sonardagavea1@gmail.com e participe !
*o sonar da gávea  permite a livre expressão de todo e qualquer associado, participe.
                                                                                
Anúncios

A Mentira é Azul – A Voz do Associado do CRF

A Mentira é Azul

Os Atuais dirigentes do Flamengo estão divulgando um resultado de balanço, que segundo os azuis, o Clube terá um lucro de 89 Milhões de reais EBITDA. Trata-se do lucro antes das deduções de juros, impostos, depreciações e amortizações. É uma sigla em inglês de Earnings Before Amortization. Se contabilizadas corretamente, estas despesas ultrapassaram 100 Milhões. Ou seja, o resultado será NEGATIVO.
Os Azuis apostam na falta de conhecimento do associado e da mídia e usam tática de campanha da Dilma. MENTIRAS E MAIS MENTIRAS. A MENTIRA É AZUL.
Willian Santos
Sócio Benemérito

Sonar da Gávea a Voz do Associado do CRF.

Envie o seu texto para sonar@sonardagavea.com , aqui a sua opinião importa.

SOMOS TODOS FLAMENGO! – Sonar da Gávea – A Voz do associado do CRF.

Quando estamos nos unindo para tentar trazer soluções para o nosso clube, pensamos sempre no ideal de Flamengo que queremos viver.
Somos por vezes “egoístas” e “orgulhosos” num sentido sadio de fazer as coisas da melhor maneira possível. E nessa energia, nesse foco, acabamos nos vendo com ânimos acirrados, sem entender por vezes porque, ante outros associados que também desejam o mesmo!!!
Eu entendo quando alguém se “preocupa” quando colocamos no grupo de debate coisas a mais do que os fatos que acontecem na Gávea, assuntos talvez nem pertinentes. É para que não percamos o foco, como grupo, que se une em prol de encontrar soluções para as mazelas que têm acontecido em nosso clube a vários anos. Que têm nos afastado como associados, atletas, e até torcedores!
Esse foco serve para chegarmos, brevemente,  a um tempo em que possamos ver um Flamengo livre de grande parte dos que se dizem Flamengo, mas apenas estão ali para explorar o clube em benefício próprio, deixando para os associados a pior parte, a derrota de ver um espaço sub utilizado, destruído, e sem história!
Então, falemos de Flamengo! Vamos as ideias, soluções, atividades que mostrem como vamos ter de volta as nossas tradições!
Tenho visto muitas pessoas que amam o clube, estupefatos com a facilidade com que os “homens do poder” descumprem ritos e normas do estatuto. Isso é um crime de lesa à nação rubro negra!!! O estatuto tem que ser cumprido!
E eu penso que o estatuto, se cumprido a risca, vai fazer com que muitos que aviltaram as normas e boas práticas sejam banidos! É um pensamento radical.
Mas as coisas têm que começar grandes para depois se ajeitar na conversa. O medo de ferir a regra, deve ser algo sempre constante numa sociedade. Logo depois, a educação completa o resto.
É uma coisa que fico matutando aqui, depois de tantas discussões sobre o clube pela vida afora, e que o nome do grupo me traz a mente…
SOMOS TODOS FLAMENGO!
Mas será que uns seriam mais Flamengo que os outros?
Quem se permite rasgar a carta magna do clube, aceitando praticas que aviltam o estatuto que rege e dá vida ao clube como associação, ferindo de morte a existência do Flamengo… Seria essa pessoa Flamengo?!?
Quem compactua com isso, dando respaldo, seria mais Flamengo do que aquele que pega um ônibus lotado para ver seu time jogar, gastando os caraminguás que poderiam ser do leite de  seu filho?
Penso aqui. Não lutamos apenas pelos associados. Lutamos por todos aqueles que merecem um Flamengo forte, unido, transformador, exemplo de clube e de associação. Vencedores nos esportes e na vida cotidiana! Penso assim.
Aos que se unem em torno desse ideal, agradeço, como rubro negro, e sei que esse é o sentimento comum a todos que amam o clube, fazem parte de sua história de alguma forma, todos aqui já pisaram na Gávea, e sabem o que significa o orgulho de pertencer, como associado, a esta instituição.
Os que nos aviltam, eu penso, não se lhes passa pela mente o tamanho da torpeza de seus atos? Como um facínora solto em meio a sociedade, que sabe que matou, estuprou, roubou, ou algum mal fez a alguém, mas passeia solene e lépido a frente dos homens de bem, como se nada houvesse feito! Estes que nos aviltam, deveriam temer a mão pesada da justiça. E esta justiça é o que clamam todos aqueles que são Flamengo!
Assim como o Brasil clama por justiça, assim clamam os verdadeiros rubro negros. O Flamengo só será verdadeiramente grande, quando andar de mãos dadas com a justiça! E a nossa justiça começa no amor que temos pelo nosso pavilhão, que é protegido pelo nosso ESTATUTO!!!
Não lutaremos com armas, com violência, com injurias, apenas com a verdade.
Pois a grande e pesada força que temos é o amor que nos une pelas nossas cores! Está dito. SRNs!!!
Chico Mauro



Sonar da Gávea a Voz do Associado do CRF.

Envie o seu texto para sonar@sonardagavea.com , aqui a sua opinião importa.

Por trás dos muros da Gávea – Sonar da Gávea – A Voz do Associado do Clube de Regatas do Flamengo.

Manchete do Globo Esporte: “Após decepção em casa, Cristóvão volta a descer na gangorra do Fla”

“Treinador segue prestigiado pelo presidente do clube, mas não é unanimidade no conselho gestor que administra o futebol. Time não consegue mostrar consistência”

Este pessoal que chegou para administrar o FLAMENGO, tendo menos de dois anos de associação e, que diziam que iriam fazer tudo diferente das administrações passadas, desde que assumiram estão se escondendo atrás dos slogans que criaram. A verdade nua e crua é que estão fazendo bem pior que as administrações que criticaram. Primeiro, talvez pelo pouco tempo de Clube, se esqueceram que o regime do FLAMENGO é PRESIDENCIALISTA. Mas, por desconhecimento, talvez por falta de experiência e, pior, quem sabe por incompetência ou conveniência, criam um tal de “Conselho Gestor”, inventam um tal de CEO, tudo sem o mínimo amparo nas normas vigentes do Clube. Ao que parece, esta balburdia administrativa, desconectada das normas da instituição, parece ser proposital, assim, ninguém “liga o nome à pessoa” ou, mais precisamente, não se consegue conectar o mal feito ao sujeito que o praticou. A verdade é que, no FLAMENGO desses “executivos”, quem mostra a cara é para afirmar que tudo vai bem nas finanças, embora ninguém tenha conseguido comprovar isso. A verdade é que, no FLAMENGO desses executivos, tudo que vai mal ou quando o resultado das ações é aquele costuma cheirar mal, aparece o sujeito oculto: o tal Conselho Gestor. Quando se trata de apurar responsabilidades no FLAMENGO, ou, quem gerencia o caos e a desordem na atividade fim da instituição, não adianta puxar a corda porque não vem nem a coleira: não se consegue encontrar qualquer responsável. Enquanto, nas administrações passadas e tão criticadas, se podia responsabilizar alguém, nesta só existe sujeito oculto. O grupo de executivos, se elegeu com o discurso de que veio para mudar “tudo o que estava errado” e “fazer diferente das administrações passadas”.

Não fosse esse mesmo Globo Esporte, continuaríamos sem saber que o tal “Conselho Gestor” é composto dos seguintes “administradores”:http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2015/07/reunioes-whatsapp-e-poder-no-futebol-o-conselho-gestor-do-fla.html

Mas, aonde estão as ações que conectam o discurso à pratica? Pergunto: como anda a gestão do patrimônio do FLAMENGO? Como os executivos estão tratando os bens do FLAMENGO? Afinal, executivos que recebem R$170 mil mensais, devem estar zelando de forma proba pelos ativos que pertencem ao FLAMENGO. O fato é que, se continuarem a gerir os bens do FLAMENGO como estão fazendo, vai ficar difícil continuar se escondendo atrás do mantra que apregoa “boa gestão e boas praticas”. A verdade é que estão usufruindo dos bens do FLAMENGO sem pudor, estão vendendo seu patrimônio para fazer caixa, dilapidando tudo o que o Clube levou 117 anos para construir.

Como falam e apregoam que existe “transparência” nesta gestão, manda a boa norma, informar se esses executivos tem clausula de “golden parachute” em seus contratos. Ou, quem sabe de golden handshake? Seria bom informar também qual é a situação desses executivos, todos recebendo por RPA mas que, pelo tempo decorrido de serviço dentro do FLAMENGO, já podem ser considerados “empregados” e, portanto, fazem jus aos direitos previstos na CLT e, ao FLAMENGO, cabe começar a recolher os tributos trabalhistas. Não esquecendo que, caso existam as clausulas de Golden Parachute e Golden Handshake em seus contratos, os benefícios previstos deverão ser incorporados ao que valor dos RPA´s.

O discurso da boa gestão financeira e de boas praticas, esconde a troca da dívida pública por dívida privada e, desta forma, colocam o FLAMENGO no caminho que leva à venda da marca. Antecipando as receitas de 2016 até 2018, com manobras que burlam a Lei de Responsabilidade Fiscal, esses executivos estão levando o Clube à insolvência. Como é possível sanear as finanças do Clube quando seguem tomando cada vez mais empréstimos, agora junto à factorings e bancos de segunda linha, que emprestam com juros altíssimos e, ainda levam em garantias reais, o patrimônio do Clube? O balanço de 2012 apresentava saldo de obrigações da ordem de R$90 Milhões e, em 2015 vamos chegar perto do R$280 Milhões, quase 4 vezes mais. A excelência em gestão está condenando o FLAMENGO à falência. As boas praticas vão dilapidar o patrimônio do Clube.

O que dizer então do que estão fazendo com o maior patrimônio do Clube: a torcida do FLAMENGO. A Chapa Azul, formada pela elite da Zona Sul, por executivos de salários milionários, que desprezam o pessoal do R$1,99 e, por isso, seleciona o público dos jogos do FLAMENGO, este que já foi, em outros tempos, um clube popular. Enquanto sobem os preços para a turma do R$1,99, o grupo Chapa Azul distribui crachás e ingressos para os camarotes para a elite que o administra. É assim que tratam as coisas do FLAMENGO? Os executivos, esses profissionais de altos salários, em 3 anos de gestão não aprenderam a montar um time de futebol, nem a contratar um técnico, que se escondem atrás da austeridade e da falta de recursos mas, que de fato, tinham muitos recursos mas que foram muito mal aplicados. Gastaram muito e aplicaram ainda  pior. Com uma arrogância ímpar, são detentores de todos os recordes de performance pífia e, o resultado desta gestão no futebol, é traduzido no decréscimo de torcedores, o que deve colocar o FLAMENGO, em breve, como segunda torcida nacional. Querem mais? É só observar o fiasco do programa ST. O FLAMENGO é o Brasil mas, isso também deixará de ser verdade. Este será mais um legado desse grupo.

Com a maioria de conveniência, toda instalada nas comissões e nos conselhos importantes do Clube, a Chapa Azul instalou a “ditadura da maioria” e, manobra o FLAMENGO, expulsando associados, suspendendo outros, mudando estatuto e, sem respeitar qualquer norma, segue sua rota de destruição. Até quando os incautos, continuaram acreditando que não existe conexão entre a caótica performance no futebol e a administração pelas mãos deste pessoal, esta que se diz diferente das outras e profissional mas, se caracteriza por: falta de planejamento, destruição dos jogadores da base, perda de direitos federativos de atletas, privilégios a certos empresários, contratações desastrosas, indisciplina generalizada no elenco e, principalmente, por gastos exorbitantes e mal feitos, tudo isso “escorado na desculpa da política de austeridade. Pior, é que toda esta farra é bancada com recursos do Programa ST . E, por isso, o FLAMENGO não consegue contratar um único jogador. A política de austeridade não é compatível com contratação de executivos para usufruírem dos bens do FLAMENGO e, ainda serem remunerados com salários estratosféricos. Principalmente, diante dos resultados.   Diante da iminente aparição das verdades, já vão debandar do “Titanic”, em que transformaram o FLAMENGO e, abandonar o “capitão”, como se esse fosse, agora, o único culpado. Em 2,5 anos de gestão anônima, de decisões de um tal conselho gestor que ninguém sabe quem é, agora que as verdades estão deixando de ser secretas, o regime voltou ao Presidencialismo. Depois de flertar por 3 anos com o rebaixamento, a Chapa Flamengo Campeão do Mundo, vai prometer fazer em 2016 o que não fez desde 2013.

Afinal, quem foi o “executivo de R$170 mil mensais” responsável pela contratação de um atleta de R$40 Milhões que faz um acordo de cavalheiros para ele não entrar em campo pelo Clube que desembolsou vultuosa quantia por ele? Como tudo que cheira mal nesta gestão, não se tem um sujeito para responsabilizar, iriam dizer que tais lambanças foram fruto de acordo feito pelo “Conselho Gestor” mas, agora que resolveram abandonar o “Titanic” a culpa do fiasco de 3 anos no futebol do FLAMENGO tem nome: o Sr. Bandeira de Melo, conforme já atesta o ex-VP em sua entrevista a ESPN, num espanto digno de criador diante de sua criatura, após esta ter rompido, justamente, um acordo de cavalheiros entre eles:

http://espn.uol.com.br/video/527879_se-o-bandeira-entender-que-deve-ser-candidato-contrariando-o-combinado-vamos-nos-enfrentar-avisa-bap

SRN / FCGularte

Sonar da Gávea a Voz do Associado do CRF.

Envie o seu texto para sonar@sonardagavea.com , aqui a sua opinião importa.

Nosso Clube Social – Sonar da Gávea – A Voz do Associado do CRF

Nosso clube parece que esta numa redoma negra… Onde antes eu via centenas de meninos, crianças e jovens correndo, praticado esportes, aprendendo nas escolinhas, onde antes eu via varias pessoas se confraternizando nas piscinas, praticando esportes, nas academias… Lutas. Hoje apenas uma imagem triste do que poderíamos ser. Muitos espaços vazios, uma área social pouco utilizada, sem vida. Ainda existem os heróis que teimam em estar ali, por amor, por zelo, por fidelidade ao clube que tantas alegrias nos deu. Mas alegria, hoje, não é mais o que se vê no clube como antigamente! Parece que estamos ali por obrigação. Obrigação de não deixar, não abandonar o clube nas mãos de quem não sabemos o interesse real com as coisas do clube. Existe uma névoa. E ela só será dissipada com o sopro de vida que os associados possuem! Frequentando e participando, procurando saber as verdades, a história do clube. E colaborar para que, enquanto existir um Rubro Negro, não importa onde estiver, o Flamengo tenha sua história e grandeza jamais apagada dos livros dos esportes e luta diária do nosso povo! Eu creio que mudanças estarão vindo. Dessa vez, mudanças de verdade. Sem falácias!

SRN!!!

Chico Mauro
Conselheiro CRF


Sonar da Gávea a Voz do Associado do CRF.

Envie o seu texto para sonar@sonardagavea.com , aqui a sua opinião importa.

MEUS PITACOS – FLAMENGO 1 X 2 FIGUEIRENSE – Sonar da Gávea – A Voz do Associado do CRF.

MEUS PITACOS 009/2015

     FLAMENGO 1 X 2 FIGUEIRENSE

Atualmente fico em dúvida se devo ou não ir ao Maracanã, para ver os jogos do Flamengo. Vou na esperança de ver o melhor, de ver o time crescendo de produção, de ver garra, determinação, de ver um esquema de jogo, de ver bons jogadores, de ver a torcida gritar, vibrar, cantar. Mas, infelizmente, nos dias de hoje, vejo um time sem opções de mudança de jogo, jogadores correndo sem objetivos, dando chutões, marcando mal, correndo errado e desnecessariamente, vejamos o jogo de hoje:

O nosso goleiro, é alto, tem estilo, até sabe agarrar, mas apesar de ser muito jovem tem defeitos básicos de formação, sai mal do jogo, coloca a bola em reposição muitas vezes errado, no gol de falta ele estava adiantado,  mal posicionado. Defeitos que não foram corrigidos na base. A zaga é perdida, no segundo gol o atacante entrou sozinho, no meio da área, sem marcação, quem estava mais próximo era o meio campo Vitor e não um zagueiro. O nosso meio campo é disperso erra muitos passes de apenas 3 metros, não lance, não tem criatividade.  Os jogadores de frente, exceto o Emerson, é vergonhoso falar deles. Não sei como chegaram a um clube grandioso como o Flamengo. Só a diretoria sabe. Ver Paulinho que mais parece um peladeiro jogando, um Everton que corre errado, sem direção. Ver um corner onde todos se colocam dentro da área para tentar uma jogada e o Canteros não tem força para cobrar, só lança no primeiro “pau”. Ver um time insistindo em “entrar” pelo meio, que estava congestionado. Será que todos vêem isso, menos nosso treinador?

Ver e ouvir a torcida do Figueirense cantar: “ O Maraca é nosso, Hu! Hu! É muito triste. Só nossa diretoria que não se incomoda. Acha que está tudo normal. Que o time está melhorando. Que isso é fase.

Ao voltar, ouvindo comentários, no rádio, ouço um comentarista dizer que o Figueirense está um time muito bom, muito bem armado pelo seu treinador. Ora, bem armado e quase na Zona de rebaixamento?

Se o Flamengo não consegue ganhar dos últimos colocados, vai ganhar de quem?

O Flamengo hoje é alegria e festa para todas as outras torcidas, menos para a dele próprio. Os jogadores do vasco fizeram churrasco após a vitoria, dia de festa, que o Flamengo proporcionou à eles.

Os jogadores do Figueirense se ajoelharam ao chão após a vitória.

E nossa torcida? Só chorando.

É isso que eles querem?

As vezes tenho vontade de  desistir, mas meu coração rubro negro não permite.

Mas penso, para que ir ao maracanã?

Para que ser sócio Proprietário?

Se essa diretoria nos desrespeita em tudo. Só que eles estão cavando a própria sepultura, pois amanhã, fora do poder, serão somente sócios proprietários, de repente, também desrespeitados.

Aí vão querer gritar, exigir, criticar.

Para ter algum direito, o sócio proprietário, tem que se tornar sócio torcedor, isso é o cumulo dos absurdos, pois o sócio proprietário não é torcedor?

Ou será que eles são proprietários e não torcem, será que julgam todos por si próprios? Porque para ver o time como está e não tomar providências, dá a entender que não torcem.

Querem é ver o circo pegar fogo.

Não acredito que o Flamengo caia, pois time grande não cai. Quando estiver mal mesmo, a mística rubro negra entra em campo, a torcida empurra(alias isso nunca faltou), como diria Nelson

Rodrigues, surge o SOBRENATURAL DE ALMEIDA, e tiram o time da zona.

Mas que a coisa está feira, isso realmente está.

Presidente, muda o nosso Clube, muda tudo, providencie, urgentemente, uma barca, aproveita a janela e monta um time a altura do Flamengo.

Eu, como todos os bons rubro-negros, ou Flamenguistas, digo que o Flamengo não cai, mas se isso ocorrer presidente, você vai entrar para a história, e vai ser o responsável por vários enfartes.

Ainda há tempo.

Depois não diga que não foi avisado e alertado.

Ouça a todos e não somente a situação que só fala o que você quer ouvir, e o prédio está desabando e você talvez não saiba.

Cuidado para não ser vítima de um infarto, de algo, que você mesmo criou.

Esse é um desabafo de rubro negro que não quer enfartar.

Ward Gusmão

Sócio Proprietário

Conselheiro


Sonar da Gávea a Voz do Associado do CRF.

Envie o seu texto para sonar@sonardagavea.com , aqui a sua opinião importa.

Dias de Glória….. Sonar da Gávea – A Voz do Associado do CRF.

Ser Flamengo não é só se considerar um dentre a maioria!
Ser Flamengo não é estar sempre com um sorriso entre os lábios, a cada vez que entramos num debate sobre futebol, clubes, Rio de Janeiro.
Ser Flamengo, não é só estar ciente de que movimentamos a massa, contra e a favor. Sabendo que, aconteça o que acontecer com o nosso time, tanto podemos deixar uma legião de vencedores em êxtase, como outra feliz, pela nossa derrota.
Ser Flamengo é mais que isso!
Ser Flamengo é estar antenado com a realidade e modernidade da vida. Ser artista, ser poeta, genial, mesmo na pele de um reles mortal, trabalhador braçal, andar nas ruas rindo em sonhos de jogadas esplendidas de homens, como nós, elevados a deuses por conta do Manto Sagrado, libelo que une forte a fraco, branco a negro, pobre a rico, numa mesma festa, mesma alegria…
Estar a frente do tempo com ideias diferentes, soluções para os problemas da vida, que brotam das mentes desanuviadas do sofrimento, por conta de um domingo de festa, de um dia digno, com jogo do Mais Querido, com mais uma vitória, ou um dia de futebol bem jogado!
Mas…
Acordo da realidade e o que vejo?!
Um clube caindo pelas tabelas emocionais! Aos frangalhos futebolísticos!
Totalmente achincalhado moralmente pela mídia e pelos adversários que se desesperam a ver o dia da grande queda! Aquela que nunca virá, porque somos time grande!
Mas será que somos time grande?
Com um elenco caríssimo! Que recebe proventos iguais ou maiores que a maioria dos clubes do Brasil, não consegue demonstrar essa diferença em campo, na tabela de um campeonato de segunda categoria?
Com um aproveitamento pífio das divisões de base, lugar onde nove entre dez meninos que iniciam carreira são loucos para atuar.
Com nossos craques do passado vivendo a milhas do clube, onde preferem nem mais entrar, pois sabem que quem esta ali, a mandar, os trata como refugos velhos de uma época que ja passou, pois os tempos são outros. São tempos dos CEOs, dos MBAs, diretores profissionais, que ganham mais do que muitos jogadores, mas não colocam bolas na rede, nem espanam da área aquela jogada que ronda nossa meta. Muito menos fazem passes perfeitos para um conclusão genial!
Apenas gastam mais do que podem, mais do que devem, e danam a falar, e se ufanar de glórias que são de todos aqueles que adotam o Mengo como sua bandeira. Como se deles fossem apenas estas glórias…
Mas e a realidade?
Aí está a realidade! Como tapa na cara! Um time sem talento, sem identificação com a garra rubro negra, totalmente espalhado entre empresários, sabe-se la quem, sabe-se la a quanto…
Um time que não pertence ao clube, a torcida, um time que não pertence ao Flamengo, indigno da nossa história!
E os maiores desafios, da genialidade, criatividade, arrojo e decisão, são jogados para escanteio nas mãos de pessoas que parecem não ser Flamengo, pois não aparentam ter a exata dimensão do que é ser rubro negro! Sempre a frente de seu tempo, trazendo ideias novas e soluções inusitadas.Estamos à mingua! Próximos de um grande desastre! Temos estado assim ultimamente. Mas parece que dessa vez a coisa vem ruim. Não se vê uma humildade interna que mostre que precisamos nos unir. Não parece existir este pensamento. Esta união que deveria vir pela volta de ex-craques! Que estes possam resgatar os tempos áureos da certeza de saber o que é ser Flamengo!
Andrade, Adílio, Julio César, Petckovic, Rogério, Jayme, todos que um dia trouxeram glorias e vitórias são necessários agora! Mais do que Rodrigos Caetanos, estes que dizem que sabem tudo, e são pagos como tal, e não sabem nada, pois apenas dirigem o clube a maneira que seus empresários ordenam!
Que o Fla volte as suas raízes!
Com garotos inflamando a Gávea loucos para brilhar nos campos com o manto! Em total sinergia com a torcida mais linda do mundo! E não com os empresários que os dominam, que os patrocinam, que os colocam a jogar no clube com a conivência de diretores, que têm comprovado através da história, que nunca foram Flamengo de verdade, pois não serviram ao Flamengo, visto que saem mais ricos do que entraram, então serviram-se dele…

Chico Mauro

Conselheiro do CRF.
sonar@sonardagavea.com